Não consegui produzir leite materno suficiente para meu bebê

Não consegui produzir leite materno suficiente para meu bebê

Frustração!
Qual mãe nunca sentiu isso?
O Arthur quando bebê nunca estava satisfeito era peito o tempo todo. Eu passava noite e dia com ele no peito . Eu cochilei muitas vezes na poltrona com ele no peito.
Sempre agitado no peito, não sabia se por cólica ou fome!
Meu peito não enchia como deveria e a cada novo dia, eu tinha mais certeza que ele sentia fome 😔 Eu protelando na dúvida e tensão de dar ou não outro leite (formúla) pra ele.

Foi uma luta psicológica muito dolorosa! Me sentia péssima por não ser capaz de produzir leite o suficiente para meu bebê. 0 que eu mais ouvia era : “insista que você vai conseguir !” – Ah! Toda mulher produz leite!
Sim, toda mulher produz leite, mas eu naquele momento tinha total convicção que não estava produzindo o suficiente par meu bebê e decidi não prolongar mais nosso sofrimento, – dele por sentir fome e meu por não conseguir suprir sua necessidade por mais leite – então botei a culpa bem longe de mim e fiz sua primeira mamadeira com leite em pó. Dei o peito como de costume, esvaziando ambos e como sempre percebi que ele queria mais ,mas meus seios já estavam vazios 😢 Peguei a mamadeira e dei o complemento… Eu nunca vou esquecer daquele momento… Ele mamou todo o leite, com tanta vontade que eu chorei. Sim, chorei! Pois ali estava a prova de que meu bebê sentia fome… Depois daquela mamada ele dormiu tranquilamente e se tornou um bebê calmo e mais feliz e eu também. E passei a dar peito seguido de leite na mamadeira. E não adianta dizer-me que não é verdade , que eu deveria ter insistido mais em dar só o peito e blá blá blá… Eu tentei de tudo… Tomava muita água, muitos chás e nada mudava o quadro. Eu sei o que vivi e o que senti! E eu sabia naquele momento o que seria melhor para ele e hoje continuo com essa certeza.
Mãe, Confie no seu instinto materno! Só mãe para entender e sentir o que realmente acontece. Não estou com isso dizendo que o melhor é leite em pó. Não é! Estou dizendo apenas para não se punir e não sofrer tentando algo que não é possível para você. Vejo mães sofrendo tentando fazer o que o mundo diz que é o melhor sem conseguir… O leite materno é o melhor alimento que seu filho pode ter . Mas se seu bebê parou de ganhar peso, fale com o pediatra para decidir com segurança o que fazer.

Não consegui produzir leite materno suficiente para meu bebê

Não consegui produzir leite materno suficiente para meu bebê

Mas com você, pode ser diferente!!

Separei algumas dicas para produzir mais leite materno e que pode dar certo para muitas mães.

As dicas a seguir devem ser seguidas todos os dias para garantir a produção de mais de 500 ml de leite por dia:

  1. Beber água: A ingestão de 3 a 4 litros de líquidos por dia como água, sucos e sopas garante uma boa produção de leite. Deve-se sempre tomar 1 copo de água, chá ou suco, antes de depois de dar de mamar.
  2. Olhar para o bebê: Ficar olhando para o bebê enquanto ele mama libera mais hormônios na corrente sanguínea e consequentemente aumenta a produção de leite.
  3. Alimentação adequada: Coma alimentos ricos em água como a gelatina e frutas como laranja, melão e melancia e também alimentos que fornecem bastante energia como canjica, castanha e bacalhau.
  4. Relaxe: Descansar sempre que possível garante que o corpo tenha energia para produção de leite. Aproveite para ficar sentada no cadeirão da amamentação quando acabar de amamentar e evite as tarefas domésticas.
  5. Ajuda extra: Tomar um suplemento chamado Silimarina, à base de cardo-mariano, de 3 a 5 vezes por dia, pode ajudar a produzir mais leite. Converse com o pediatra sobre esta possibilidade. O chá de hortelã também ajuda a produzir mais leite.

Você saberá que está produzindo leite suficiente para o seu bebê se o bebê estiver aumentando de peso de forma adequada. Se nas consultas com o pediatra o médico achar que o bebê não está ganhando peso suficiente poderá orientar o uso da mamadeira com leite adaptado para completar a amamentação ou como forma de substituição.

O bebê deve mamar exclusivamente até os 6 meses – de preferência até no mínimo 12 meses – e embora a mãe possa ter que voltar a trabalhar antes desta recomendação, o bebê poderá continuar tomando o leite da mãe na mamadeira se a mãe tirar o leite em casa e no trabalho e entregar a quem ficar tomando conta do bebê.

Imagens: Arquivo pessoal