chupeta termômetro não é recomendada!

chupeta termômetro não é recomendada!

Na semana passada o Arthur estava apresentando febre com intervalo de 5 horas. Além da febre ele estava com congestionamento nasal. Ele estava com amigdalite e segue tomando antibiótico. Mas o que eu quero falar hoje é da chupeta termômetro. Particularmente, gosto de verificar a temperatura oral e sempre que faço isso lembro que existe no mercado a chupeta-termômetro e imediatamente penso: Poxa, quero escrever sobre isso! E aqui estou. 🙂

chupeta termômetro

Verifico a temperatura do Arthur via oral com termômetro digital

Por que a chupeta termômetro não é recomendada?

Temperatura oral– é considerado um bom método para verificar a temperatura do corpo, desde que a pessoa não tenha ingerido líquidos quentes ou frios nos 15 minutos que precedem a medida. No entanto, exige a cooperação da criança para permitir que o termômetro permaneça embaixo da língua e por isso a chupeta-termômetro não é recomendada pois fica em cima da língua. Somente crianças maiores do que 5 anos conseguem cooperar.

Importante: Caso for utilizar este método, nunca use um termômetro de mercúrio porque há sempre o risco da criança morder o instrumento. Na boca, a temperatura é mais alta do que na axila e mais baixa do que no reto. Somente se considera febre quando for superior a 37,8°C.

*Estágios da Temperatura
Hipotermia: menor que 36°C
Nomortemia (normal): 36°C a 36.8°C
Febrícula ou estado subfebril: 36,8°C a 37.4°C
Estado Febril: 37.5°C a 38°C
Febre (hipertermia): 38°C a 39°C

Quando dar anti-térmico?

O meu pediatra recomenda dar um anti-térmico para valores acima de 37.7°C, pela tabela acima isso ainda é considerado estado febril, mas como provavelmente a temperatura continuará subindo e a criança está com mal-estar, não há motivo para esperar, então chegou em 37.7° já dou o remedinho!

Atenção: meu filho tem 4 anos, bebês menores devem ter cuidados especiais!

Conheço algumas mães que quando colocam o termômetro e aponta 37°C elas já correm e dão remédio, isso não é nem estado febril e pode causar um diminuição da temperatura brusca da criança, desnecessário e nem um pouco recomendado pelos médicos.

Quer sugerir um tema? Fique a vontade. Se preferir, pode enviar um e mail para nós! contato@maesbrasileiras.com.br

Beijos

Texto relacionado:

Febre + diarreia = Dente novo no pedaço

*Fonte: http://pt.scribd.com/doc/54133930/pratica-hospitalar