Como escolher o bairro certo para morar bem com filhos

Como escolher o bairro certo para morar bem

Qualidade de vida é fundamental, e morar bem, em um bairro agradável e que atenda às necessidades da sua família é uma forma muito eficiente de consegui-la. Escolher a área onde morar é uma decisão muito importante e que tem reflexos durante muito tempo – por isso é tão importante optar pelo bairro certo. Para lhe ajudar nessa tarefa, separamos algumas dicas práticas e fáceis que deixarão tudo mais fácil.

DEFINIR SUAS NECESSIDADES

O primeiro passo para conseguir morar bem é definir o que é, exatamente, morar bem para a sua família. Embora alguns aspectos sejam mais universais – como segurança e infraestrutura, por exemplo –, outros podem variar de acordo com cada núcleo familiar. Por exemplo, se você tem filhos pequenos, provavelmente não precisa morar em uma região próxima de universidades, e sim de escolas infantis.

Portanto, é fundamental que você e sua família conversem e acertem o que realmente é importante, e não apenas com relação aos atrativos do bairro dos sonhos, mas até mesmo levando em conta as características do próprio imóvel. Isso porque, dependendo da necessidade de cômodos, por exemplo, pode ser mais fácil achar um apartamento correspondente em uma zona específica.

Como escolher o bairro certo para morar

Como escolher o bairro certo para morar bem

Como escolher o bairro certo para morar bem / Fonte imagem Prediato

ANALISE O TRANSPORTE DA REGIÃO

Atualmente, um dos aspectos fundamentais da vida cotidiana é a mobilidade no trânsito – seja no transporte público, privado ou mesmo a pé ou através de bicicletas e outros meios alternativos. Por isso, é preciso ter muita atenção ao avaliar o bairro nesse sentido; quanto mais vias que deem acesso a diferentes áreas da cidade e quanto maior o número de linhas de transporte público, melhor.

Uma dica importante é visitar a região do imóvel que lhe interessa em diferentes dias da semana e em horários também divergentes. Ou seja, não avalie o local apenas no final de semana e em um horário como o meio da manhã ou da tarde – períodos em que, geralmente, o fluxo de veículos é menor –, e sim visite o bairro também em dias da semana e em horários de pico. Dessa maneira você tem uma noção apurada de como é realmente o trânsito da região e conta com uma ideia mais precisa de como será o deslocamento para locais que você e sua família precisam se dirigir diariamente – como escolas, trabalho, academia etc.

INFRAESTRUTURA BÁSICA

Embora a facilidade de acessar locais mais distantes seja importante, isso não significa que a estrutura da região em que sua família viverá precisa ser ruim. Ao pesquisar por bairros que lhe interessem, dê preferência a aqueles que contam com hospitais, comércios, restaurantes, escolas e outros estabelecimentos que tornem sua vida mais fácil quando próximos do seu lar.

Aqui vale, claro, levar em consideração as prioridades da sua família, então procure um bairro que traga equilíbrio entre a presença dos locais necessários especificamente para vocês e os mais universais (como hospitais e lojas, por exemplo). Quanto maior o número desses estabelecimentos na própria região em que você mora, menor será a necessidade de se deslocar pela cidade – e, por consequência, mais qualidade de vida.

PESQUISE SOBRE A SEGURANÇA DO LOCAL

Outro fator que influencia muito a escolha de um apartamento é a segurança proporcionada pela região. Consequentemente, áreas consideradas mais seguras, de forma geral, contam com preços mais altos – no entanto, esse é um critério decisivo e vale a pena investir um pouco mais por esse aspecto.

Pesquisar sobre dados em órgãos do governo, notícias na mídia e, claro, conversar com familiares ou amigos que vivam na área em que sua família pretende morar são formas práticas e bastante eficientes de se ter uma noção de como é a segurança da região – avaliando número de assaltos e outros crimes, por exemplo, e o índice de qualidade de vida da região. Além disso, ao visitar o apartamento, procure prestar atenção nos arredores, em detalhes como iluminação pública, e converse com os moradores sobre se eles se sentem seguros vivendo ali.

NÃO SE ESQUEÇA DAS OPÇÕES DE LAZER

Além daquelas características ligadas aos afazeres e deveres práticos do dia a dia, quem quer morar bem em um ambiente saudável e agradável também precisa levar em consideração as opções de lazer que a região proporciona. Parques, cinemas e museus, por exemplo, são locais democráticos que podem agradar a família toda.

O ideal é optar por bairros que possuam esses locais, mas, muitas vezes aqueles próximos a parques e museus contam com opções de lazer acessíveis, a apenas alguns minutos de carro/transporte público. Como nos outros aspectos avaliados na hora de escolher o bairro do seu futuro lar, busque sempre equilibrar aqueles itens fundamentais com outros que não sejam tão importantes.

Com essas dicas, você já sabe quais aspectos levar em consideração na hora de decidir o bairro em que sua família morará e também tem uma ideia com o que precisa ter atenção na hora de avaliar a região. Agora será muito mais fácil encontrar o lar dos seus sonhos para morar bem e feliz.

como-escolher-o-bairro-certo-para-morar

Como escolher o bairro certo para morar bem

 

 

Fonte: Tibério Construtora.