Como fazer açúcar com baunilha – Receita

Como fazer açúcar com baunilha.

 

Mais uma dica bem básica, mas muito bacana. Açúcar com baunilha, the real deal… ou “açúcar baunilhado”.

Ao contrário de muitas instruções que não pedem para abrir a fava, aqui peço. Indo além, abrir e raspar as sementes e distribuí-las no açúcar. Afinal quero muita baunilha nesse meu açúcar.

Como fazer açúcar com baunilha favas

E depois do tempo de maturação, segui um dica vista no Food52. É um video com a chef Shuna Lydon falando o que ela faz com a fava depois de usava. Estavam fazendo um butterscotch pudding.

Ela faz o seguinte: lava a fava, seca e desidrata. Depois moí com açúcar. Isso, a fava é moída. A moagem pode ser no liquidificador.

Afinal, qual seria o uso desse açúcar? Isso vai depender de você. Na teoria daria para usar em toda preparação que vai açúcar. Eu concordo com a teoria! 🙂 Assim como a Mistura para Chocolate Quente no pote, é uma sugestão de presente.

Como fazer açúcar com baunilha

Ingredientes

800g de açúcar cristal

2 favas de baunilha

Modo de Preparo

Coloque o açúcar num vidro higienizado e seco. Abra as favas no sentido do comprimento, raspe as sementes e acrescente ao açúcar. Corte a casca em 3 pedaços e coloque no meio do açúcar também.

Tampe o pote e deixe descansando por no mínimo dois meses num lugar escuro. O açúcar vai absorver a umidade das favas, que vão ficar bem sequinhas.

Depois desse tempo, peneire o açúcar para separar as cascas das favas e bata no liquidificador com um pouco do açúcar, pulsando para não deixar o açúcar muito fino – apenas o suficiente para fazer as cascas da fava ficarem menores. Passe novamente pela peneira e use em receitas que pedem açúcar de baunilha ou açúcar vanille.

As cascas que sobrarem você pode guardar num pote hermeticamente fechado para usar em suas receitas.

Como fazer açúcar com baunilha - Receita e vídeo

Como fazer açúcar com baunilha – Receita e vídeo

Nas casas de produtos para confeitaria você encontra o açúcar vanile, um açúcar bem fininho que já vem aromatizado com cheirinho de baunilha artificial. 🙁  Não é a mesma coisa. Feito em casa é muito melhor ;D

 

Chocolate Quente no Pote – Ofereça a mistura perfeita!!

 

Curiosidades sobre a Baunilha

Curiosidades sobre a Baunilha são tão diversas quanto a sua aplicabilidade na culinária.

De origem rara e plantada em poucos lugares do mundo, as favas são um produto com muitas utilidades na cozinha.

Nativa do México, a baunilha é extraída das favas de uma orquídea que cresce em regiões tropicais, inclusive no Brasil, onde é cultivada na região do Cerrado. E se você acha que essência e extrato de baunilha é a mesma coisa, prepare-se para se surpreender: dependendo do método de preparo, o ingrediente que todo mundo acha bobinho pode mudar muito o sabor de um prato.

Quer saber mais? Confira a seguir!

Como fazer açúcar com baunilha favas

Como fazer açúcar com baunilha

Origem

A baunilha é uma orquídea que se acomoda no tronco de árvores para crescer. Ela começou a ser cultivada pelos povos indígenas do México. O país era o principal produtor do ingrediente até o fim do século XIX, quando franceses começaram a cultivar baunilha na ilha de Madagascar, na costa da África. Além dos dois países, o Taiti, a Indonésia e Papua Nova Guiné também são grandes produtores.

Tipos de Baunilha

Existem dois tipos de baunilha utilizados na alimentação: a Bourbon (de aroma mais forte) e a Taiti (de aroma mais floral), mais utilizada pelos chefs. A fava em si não tem nenhum sabor – ela precisa ser seca e fermentada para ser usada na culinária, em um processo que pode demorar até seis meses. No interior das favas secas estão as sementes de baunilha, que dão à especiaria seu perfume característico.

Essência X Extrato

O extrato de baunilha é obtido ao marinar as favas secas em álcool –em geral vodca, por conta de seu sabor neutro. Já a essência de baunilha, por sua vez, é produzida sinteticamente, com corantes e aromatizantes que se aproximam do produto original. O extrato é bem mais forte do que a essência e deve ser usado com moderação nas receitas.

Como comprar e conservar

O extrato de baunilha é obtido ao marinar as favas secas em álcool – em geral vodca, por conta de seu sabor neutro. Já a essência de baunilha, por sua vez, é produzida sinteticamente, com corantes e aromatizantes que se aproximam do produto original. O extrato é bem mais forte do que a essência e deve ser usado com moderação nas receitas.

Fonte: comidasebebidas.uol.com.br