Confie no seu jeito, você é a melhor mãe!

Confie no seu jeito

O que é melhor para o meu bebê? Onde posso ler dicas sobre isso? Eu fiz bem? Estas são algumas das perguntas que muitos pais fazem sobre o que estão fazendo com seus bebês, como educá-los, como alimentá-los, que fralda usar.

Com a intenção de dar força e coragem às mães um pediatra postou uma carta no mural do seu consultório onde se lê:

“O melhor não é o seu peito. 
A melhor coisa não é a mamadeira. 
A melhor coisa que não é dar colo.  
É melhor não dar papinhas. 
A melhor coisa não é o que sua mãe lhe diz. 
A melhor coisa não é o que sua amiga lhe diz. 
É melhor não deixar com babá. 
Talvez não seja melhor a creche ou ficar com os avós. 
É melhor não seguir esse tipo de educação. 
A melhor coisa é não seguir aquele outro estilo de educar. 

Você sabe o que é realmente o melhor? 
O MELHOR É VOCÊ. 
O melhor é o que faz você se sentir melhor. 
O melhor é o que seu instinto lhe diz como ser melhor. 
O melhor é o que faz você e sua família feliz. 
Porque se você se sente segura, eles também se sentem seguros. 
Porque se você sente que está fazendo o seu melhor, a sua paz e felicidade é transmitida a eles. 

PORQUE VOCÊ É A MELHOR MÃE!” – Confie no seu jeito!

Vamos tentar dizer a cada mãe e pai que eles são os melhores.

Eu escrevi aqui a algumas semanas atrás, contando como me senti ao perceber que não produzia leite suficiente para o Arthur. E volto a repetir: mães que dão mamadeira também merecem respeito, assim como merece respeito todas as mães que fazem escolhas diferentes, a fim de cuidar de seus bebês da melhor maneira que pode ou sabe. É claro que todas nós temos uma opinião e escolhemos nosso caminho, mas temos que respeitar todas as escolhas.

Outra escolha que fiz e muitas pessoas discordavam, foi colocar o Arthur na escola aos 4 anos… Algumas mães acham certo colocar a criança com 2 anos (ou menos) e outras, assim como eu, já acham errado colocar o filho tão novinho na escolinha. Novamente escolhi o que julguei melhor para minha família. Um dia, precisei escolher também, entre trabalhar fora ou ficar em casa com as crianças e como tudo na vida, não foi uma escolha fácil, mas foi uma escolha que deu certo, escolhi ficar em casa, trabalhar em casa.

Escolhas teremos que fazer durante toda a vida, e quando o assunto é filho a coisa fica séria, até mesmo pequenas escolhas, tudo tem sua importância. E eu confio nas minhas escolhas. E você? Tem sido uma mãe confiante?

#ConfieNoSeuJeito #BabyDove

Confie Embaixadora Baby Dove

Confie no seu jeito

selo_publipost_maes_brasileiras