Mamães Conectadas

Mamães Conectadas

Tem sido assim nos últimos tempos: a mulher se descobre grávida e muitas vezes a primeira coisa que faz – até mesmo antes de contar para o companheiro – é uma pesquisa na internet, para saber mais detalhes do que está acontecendo e o que está por vir. E assim vai seguir por toda a gestação e pelos primeiros anos de vida do seu filho.

Alguns anos atrás, quando a internet ainda não estava presente nos lares com a força que tem hoje, era bem diferente.

Lembro de quando engravidei da minha primeira filha Natália Brida, há 20 anos…  Todas as informações e trocas de experiências que eu tinha vinham da minha mãe, do pediatra, das amigas próximas, tias, vizinhas, e livros! E foi assim que aprendi como deveria ser os primeiros cuidados com minha bebê e o mesmo aconteceu com meu filho Gustavo de 17 anos (internet estava chegando).

Quando engravidei do meu caçula (Arthur, 4 anos), já foi tudo diferente, antes mesmo que eu tivesse certeza da minha gravidez eu já lia e pesquisava tudo sobre o que eu queria saber!

Vivi os dois lados, e afirmo que a internet auxilia muito as novas mamães.  Por exemplo: aplicativos para marcar em que hora o bebê mamou, em que peito, por quanto tempo, calendário da gestação, entre outros.

É ótimo poder trocar dicas com outras mães, de outras cidades e até àquelas que moram em outros países. É maravilhoso encontrar em um blog aquela receita de papinha caseira similar àquelas que vendem em supermercados, só que feito por mãe… Dicas de como dar o primeiro banho no seu bebê… Descobrir produtos que nutrem e hidratam a delicada pele do seu bebê, através de um compartilhamento de uma amiga, em rede social! Sem contar que é ótimo correr para buscar informações com o “amigo” Google a qualquer hora…

Mamães conectadas

É muito bom ouvir a experiência de uma mãe real, o carinho e um amparo verdadeiro de uma amiga, seja tomando um café com você na sua cozinha ou na tela do seu computador.

Através da internet aprendi muitas coisas e aprimorei outras tantas. Leio, ouço, vejo e no fim, o que eu sigo mesmo é a minha intuição de mãe, que não falha! Afinal toda mãe, acaba sempre adquirindo o jeito certo de cuidar dos seus filhos.

#ConfieNoSeuJeito

Mamães Conectadas Baby Dove