Cartão Mesada Turma da Mônica – O Cartão de Crédito para Crianças

Cartão Mesada Turma da Mônica – O Cartão de Crédito para Crianças

Falar sobre finanças, é um tabu muito grande. Pessoas falam sobre os assuntos mais íntimos, mas falar sobre dinheiro parece ser algo proibido.

Durante anos, o Brasil viveu uma inflação cavalar e o povo brasileiro, liberto desse problema há apenas 21 anos, está engatinhando no quesito. Haja vista a relação que temos com dívidas, investimentos e cartões de crédito.

A relação com dinheiro, para ser saudável, deve ser estimulada desde a infância. Você pode optar por não consumir carne, por não fazer atividade física, por não ter religião alguma, mas com dinheiro, tem que aprender a lidar. O dinheiro não tem uma relação de igualdade conosco. Ou ele te domina, ou você o domina. Portanto, quanto mais se falar sobre o assunto, quanto mais buscarmos conhecimento, quanto mais inteligência financeira desenvolvemos, melhor será nosso relacionamento com o dinheiro. Isso é saudável, e deve ser encarado com naturalidade.

Quantas pessoas hoje utilizam o dinheiro em espécie? Existem questões como praticidade e segurança que nos levam a cada dia mais utilizar o cartão de crédito como meio de pagamento de contas. Em tempos modernos, poucas crianças têm acesso ao dinheiro efetivo para colocar em seus cofrinhos e iniciar um relacionamento saudável com as finanças. As crianças saem com os pais e os veem pagando as compras do mercado com cartão. Não é raro ouvir a criança pedir alguma coisa, o pai responder “não tenho dinheiro hoje, filho”. Em meu tempo, a conversa terminava por ai, hoje, as crianças dizem “paga no cartão”, ou seja, cartão de crédito já faz parte do cotidiano financeiro da família.

Muitas pessoas têm relação doentia com cartão, como se o cartão fosse um dinheiro extra para bobagens – Muito mais absurdo! O cartão é dinheiro. Ele tem o limite que você determinar, que deve estar dentro de suas possibilidades (mesmo que o limite que venha impresso na fatura seja 2 ou 3 vezes o valor de seu salário – cuidado!).

Uma novidade no mercado vem para auxiliar os pais na relação da criança com as finanças. A Visa, a Brasil Pré Pagos e a Mauricio de Souza Produções lançam o Mesada Turma da Mônica, um cartão pré pago que pode trazer mais comodidade as crianças e segurança (e controle) aos pais.

 

De abrangência nacional e internacional, poderá ser utilizado em qualquer estabelecimento que aceite a bandeira Visa. São cinco modelos diferentes com os personagens da Turma da Mônica, e podem ser adquiridos pelo site www.mesadaturmadamonica.com.br. Após a solicitação no site, é disponibilizado também um aplicativo para controle e transferência dos valores.

Controle e facilidade para os pais, liberdade e responsabilidade para os jovens

Pagar a mesada direto no cartão
Rápido, seguro e fácil. Pelo celular ou pelo site é possível carregar a sua conta e transferir para o cartão do seu filho o valor que desejar. A transferência é feita na hora, seja uma mesada semanal, mensal ou uma carga de última hora para alguma eventualidade.

Controle de gastos na palma da mão
É só baixar e instalar gratuitamente o aplicativo Mesada Turma da Mônica em seu celular e no do seu filho. Assim, ambos podem acompanhar o saldo, gastos e bloquear o cartão em caso de perda.

Segurança e responsabilidade
Liberdade gerando responsabilidade e educação, tudo com muita segurança. O uso do cartão é feito através de senha pessoal e o extrato permite que pais e jovens confiram cada gasto em detalhe. Mais seguro e prático que dinheiro ou cartão de crédito.

Preços e tarifas do Cartão Mesada Turma da Mônica

preços cartão mesada turma da monica

Pode parecer polêmico, mas um cartão de crédito para crianças, mesmo tendo personagens lúdicos, não deve ser recebido como “o mensageiro do consumismo infantil”, e sim pode ser encarado como uma oportunidade de se conversar sobre finanças, vantagens e desvantagens do uso do cartão, as complicações que seu uso indiscriminado pode implicar. Um cartão para crianças tem o limite que o responsável estipular. Acabou, ponto. Não tem valor extra, como em um cartão convencional. Esse sim pode levar ao endividamento, pois permite saques e compras que podem estar além de suas possibilidades. Quanto mais cedo a criança tiver acesso a esse tipo de produto, menos bobagens financeiras irá fazer.

Não é raro ouvirmos histórias de pessoas pouco preparadas que ao herdar qualquer valor da família, em pouco tempo perdem todo o patrimônio. Isso não é culpa do dinheiro e sim da falta de inteligência financeira. A inteligência financeira deve ser adquirida ao longo da vida, e quanto mais cedo melhor.

Avalie a relação que você tem com o seu cartão de crédito. Se necessário, procure ajuda de um profissional qualificado.

Arthur Miranda - Imagem Mães Brasileiras

Arthur Miranda – Imagem Mães Brasileiras

 

cartao mesada turma da mônica

Press-kit – imagem ilustrativa