Depoimento de Leitora: Meu marido em coma e eu grávida

Meu marido em coma e eu grávida

Fui mãe aos 17 anos, antes de descobrir que eu estava grávida eu tinha passado por um processo triste…. Eu tinha acabado de perder a minha mãe, onde ela perdeu uma batalha contra o câncer.
Eu fiquei emotiva entrei em depressão, chorei muito. Os meses foram passando quando foi na virada do ano novo de 2013 para 2014, eu estava com um mal estar, mas deixei pra lá nem fui procurar o hospital nem nada, eu achei que era uma virose ou algo do tipo. Quando foi dia 5 de Janeiro eu e o pai da minha filha fomos na praia, detalhe, eu ainda estava passando mal por causa da gravidez e não sabia….
O dia estava lindo, tudo perfeito até meu marido resolver fazer um mergulho arriscado e sofrer um acidente! Ele fraturou a coluna nas vértebras  C3 e C5 . Na hora foi uma correria, eu pulei para pega-lo, na hora em que eu pulei, ele já estava desmaiado. Aí eu chorei muito, veio o desespero, a angustia, o medo, sabe? Eu fiquei assim, desesperada, a partir dali foi mais um estágio de depressão…
Ele foi para o hospital e ficou 2 meses em coma e nesse período eu decidi fazer o teste de gravidez, descobri que estava grávida de 9 Semanas! Meu marido em coma e eu grávida
Depois de 2 meses e 3 semanas ele acordou do coma, assim que ele acordou no dia seguinte, eu mostrei a ultrassonografia pra ele. Foi uma emoção enorme, ele ainda “entubado”, chorou, ficou feliz demais.
Mas com o passar das semanas os médicos falaram que ele ficou tetraplégico, não mexia do pescoço pra baixo. A minha luta foi grande por ele, eu orei, eu busquei a Deus, chorei, cuidei dele, eu dava banho, trocava a fralda, dava comida na boca, com tudo isso eu não o abandonei, muitas pessoas me julgaram falando que eu devia largar ele porque não ia ter condições de cuidar de uma criança com homem tetraplégico, mas o meu amor foi grande e eu continuei.
Me criticaram por eu ter me tornado mãe nova, entre outras criticas. Quando o pai da minha filha recebeu alta, foi uma alegria enorme, mas eu não sabia o que o futuro me esperava. Com 9 meses de gestação, eu estava conversando com o ele e horas depois, ele faleceu… Eu não conseguia acreditar que aquilo estava acontecendo… Imagine como eu fiquei, o mundo parou! Foi aquele baque forte, não conseguia nem falar…
Passando 1 semana eu ganhei a minha filha, na mesa de parto eu chorei de felicidade, e de preocupação (Como eu ia cuidar da minha filha sozinha?)
Com o tempo eu vi que as vezes deixamos de viver o hoje, para planejar o amanhã.
Eu aprendi que nada importa quando amamos nosso filho, não importa se você é viúva, se separou, ou não conhece o pai de seu bebê, ou se engravidou nova. Então meninas, Ame seu bebê, dê amor, e muito carinho. Não liguem para as críticas, se estão falando mal ou  humilhando, pensem nesse ser que está dentro de vocês, corram para o braço de Deus, tenham fé, muita fé que tudo vai dar certo e vocês vão ser felizes, assim como eu sou.
Hoje estamos bem, daqui pra frente eu quero viver para cuidar de mim, e da minha princesa. Eu não desisto nunca de ser feliz, por mim e por ela…

Meu marido em coma e eu grávida

Leia também o depoimento da semana passada AQUI

Quer contar sua história? Escreva para contato@maesbrasileiras.com.br – Seu depoimento pode ser publicado de forma anônima, se preferir.

Beijo

Imagens: Stok Photos