Palavras

Li esse texto e caiu como uma luva para um caso de amizade…espero que seja bom para vocês também!

Comunicação clara entre parceiros evita conflitos no relacionamento

Se não usamos as palavras certas para dizer o que pretendemos, o outro pode compreender aquilo que quiser. É sempre melhor ser bem claro e nunca deixar margem a interpretações errôneas, que são capazes de contaminar a confiança mútua. Mensagens confusas em geral são táticas de quem tem intenção de exercer poder e isso nunca faz bem a uma relação amorosa.

por Alberto Lima*(Revista Caras)

Palavras bem ditas (benditas!) podem curar, unir, promover clareza e alegria, ao passo que palavras mal ditas (malditas!) podem ferir, trazer confusão e minar a confiança que dá sustento a uma relação de amor ou amizade. Por isso, precisamos ser cuidadosos no manejo das palavras — e dos gestos que as acompanham.
Nesses últimos dias passei por situações, no mínimo delicadas, justamente por causa das palavras e até por falta delas. Nessa era da internet, onde nos comunicamos quase sempre pela “palavra escrita” devemos ter muito cuidado com as interpretações, por não temos contato visual, ou o interlocutor não sabe o que faz com a mensagem que recebe, ou faz o que lhe resta, isto é, preenche como pode as lacunas. Não dá outra: fica imediatamente comprometida a harmonia. A solução está em ambos caminharem sempre na direção da clareza em suas comunicações.


Então, amigos peço desculpas se não soube expressar-me algum dia.