Vacina contra a hepatite A, passa a ser ofertada no SUS

Vacina contra a hepatite A, passa a ser ofertada no SUS – O Ministério da Saúde passou a oferecer, a partir do mês de julho, a vacina contra a hepatite A para as crianças entre 12 meses e 23 meses e 29 dias de vida na rotina.
A vacina já está disponível nas salas de vacina em todo o país e pode ser administrada, simultaneamente, com qualquer outra vacina recomendada pelo Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.. A meta do Ministério da Saúde é imunizar 95% do público-alvo, cerca de três milhões de crianças – na faixa etária de um até dois anos incompletos – no período de 12 meses. Com isso, o Brasil passa a oferecer, gratuitamente, 14 vacinas de rotina, garantindo todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A introdução da nova vacina é uma das ações do Ministério da Saúde que marcam o Dia Mundial de Luta contra Hepatites Virais, celebrado em 28 de julho.

O objetivo é prevenir e controlar a hepatite A e, dessa forma, imunizar, gradativamente, toda a população. O esquema vacinal preconizado pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, prevê uma dose única da vacina. Será feito o monitoramento da situação epidemiológica da doença, no país, para definir a inclusão ou não de uma segunda dose no calendário da criança. A Hepatite A é uma doença infecciosa aguda que atinge o fígado.

Para o início da vacinação, estados e municípios já receberam 1,2 milhão de doses. Outros lotes da vacina serão encaminhados, ainda este ano e no decorrer de 2015, para atender 100% do público-alvo. A data para início da vacinação será definida por cada estado.

A vacina contra a hepatite A deve ser incorporada aos programas nacionais de imunização, na medida em que as condições de saneamento básico de um país começam a melhorar e o contato das pessoas com o vírus passa a ocorrer mais tarde, na fase adulta, propiciando o surgimento de mais casos da forma grave da doença.

Hepatite A

Doença infecciosa aguda que atinge o fígado, causada pelo vírus VHA Não há tratamento específico para a doença

Via de contágio:

fecal- oral, por contato com pessoas infectadas ou por meio de água e alimentos contaminados

A incidência da hepatite A é maior nos locais em que o saneamento básico é deficiente ou não existe
A estabilidade do vírus no meio ambiente e o vírus presente nas fezes dos infectados contribuem
para a transmissão

Vacina contra a hepatite A, passa a ser ofertada no SUS

Características da vacina

– Dose única (IM)
– Vírus inativado e altamente purificado
– Ajuda a prevenir a infecção do fígado pelo vírus da hepatite A
– As vacinas inativadas são mais imunogênicas, seguras e bem toleradas

Conheça o cronograma da Vacina Hepatite A

A data para início da vacinação será definida por cada estado.

Vacina contra a hepatite A, passa a ser ofertada no SUS

 

Fonte: https://www.facebook.com/minsaude