Shakira divulga pesquisa inédita sobre as mães brasileiras

Intitulado de “Esperanças e desejos das mães, o estudo mostra como as mães de diferentes partes do mundo diferem-se entre si, mas concordam em um item: o amor

NOVA YORK, NY – 24 de setembro de 2015 – Alegre, bondoso, honesto, respeitador e educado. Surpreendentemente para alguns, essas são as principais qualidades que as mães de hoje querem que seus filhos tenham na vida.  Essas características ficaram acima de outras como sucesso, liderança e inteligência, de acordo com o estudo ‘Esperanças e desejos das mães’ (no original, ‘Moms’ Hopes & Wishes’) divulgado hoje pela Fisher-Price, uma empresa global de desenvolvimento da primeira infância e subsidiária da Mattel. O estudo foi apresentado durante um fórum que reuniu especialistas internacionais em desenvolvimento da primeira infância, incluindo a mãe, filantropa e cantora pop, Shakira.

Conduzido pelo centro de pesquisa Illuminas Global a pedido da Fisher-Price, o estudo mediu as atitudes dos pais e a abordagem do desenvolvimento da primeira infância com 3.500 novas e futuras mamães em sete países, incluindo o Brasil. Realizado durante um período de quatro semanas, entre fevereiro e março de 2015, o estudo entrevistou mães com idades entre 21 e 40 anos. Cinquenta por cento das participantes eram grávidas em sua primeira gestação. As demais eram mães de apenas uma única criança com idade entre zero e 18 meses. 

Confira abaixo, os dados levantados pelo estudo sobre as mães brasileiras:

Palavras que as mães brasileiras mais usam para descrever seu filho: Inteligente, bonito e esperto.

O que as mães brasileiras acham que é mais importante para o desenvolvimento do seu filho: Amor, educação, brincadeiras e referências. 

Características de destaque: As principais coisas que as mães brasileiras querem que o seu bebê alcance na vida:

1. Honestidade

2. Respeito pelos pais e pessoas mais velhas 

3. Educação

4. Felicidade

5. Boa higiene pessoal

Enquanto essas características principais também foram escolhidas por outras mães no ranking internacional, as mães brasileiras deram ainda maior ênfase em criar um filho que também tivesse consciência ambiental, diferente do que as mães de outros países pesquisados disseram.

• 67% das mães brasileiras concordam que consciência ambiental é uma característica importante para a criança ter. Essa característica ficou em 9º lugar no Brasil, enquanto que em outros países, ela não chegou a ficar nem entre as 10 mais votadas.

Medidor de pressão dos pais

As mães brasileiras confiam nas suas habilidades maternais e estão abertas a aprender mais? 

57% das mães pesquisadas no Brasil concordaram que “paternidade está relacionada ao senso comum”. A maioria das mães também concordou com essa afirmação em todos os outros países pesquisados. No entanto, a maioria não acredita totalmente no instinto materno. 84% das mães entrevistadas no Brasil concordam que elas gostam de “Manter-se atualizada com as últimas informações sobre a criação dos filhos”.

Atividades diárias

As principais atividades que as mães brasileiras disseram realizar com o seu bebê são:

1. Conversar com meu bebê (89%)

2. Tentar fazer meu bebê rir (87%)

3. Brincar com brinquedos (70%)

4. Brincar no chão com o bebê (62%)

5. Cantar ou dançar (59%)

6. Assistir TV ou vídeos (57%)

7. Brincar do lado de fora da casa (41%)

8. Passear (37%)

9. Tirar fotos ou fazer vídeos do meu bebê (34%)

10. Ler livros (30%)

Além do Brasil, as pesquisas, que foram realizadas on-line ou pessoalmente, aconteceram em mais seis países: China, México, Rússia, França, Reino Unido e Estados Unidos.

O estudo ‘Esperanças e Desejos das Mães’ marca a maior investigação pré-natal que Fisher-Price já realizou até hoje. Um resumo do estudo global, dados e artigos específicos de cada país estão disponíveis e podem ser acessados no endereço www.fisher-price.com/br/OFatorFelicidade