O sorriso, choro, sono e muito mais

O sorriso e o choro
Meu pequeno rei Arthur está uma graça! Cheio de sorrisos e com um vocabulário encantador no qual inclui o famoso “angu” rss… Nossos dias tem sido assim, ele acorda mama no meu peito se quiser mais dou mamadeira, então ele arrota e depois ficamos por mais ou menos uma hora batendo papo, eu canto ele sorri, se eu rio ele ri de volta, isso acontece até mesmo quando ele fica nervoso reclamando do tete da mamãe que não sai mais leite  e nessa hora eu olho para o rostinho bravo dele e dou risada, logo o rosto dele se transforma brotanto um lindo sorriso, mas isso dura apenas alguns segundos pois o choro volta com força total então dou a mamadeira e o sorriso volta rss… É mesmo um amor… Eu curto muito tudo isso. 
Outra novidade é que ele reconhece as pessoas muito bem! Outro dia veio minha vizinha visitar e conhecer o pequeno e quando ela se aproximou do berço imediatamente ele fez um biquinho de choro muito fofo eu fiquei toda boba e tratei de pegar meu pequeno no colo e conforta-lo e no final da visita quando ela se despediu ele retribuiu com um lindo sorriso, afinal, depois de meia hora, já estavam íntimos rss. Chorinho mesmo, só acontece se tiver com fome, com muito sono, sujo, com dor, com frio, com calor… Sendo assim, cuido para que ele esteja sempre confortável.

O sono
Meu pequeno Arthur dorme às 23hs e acorda às 5hs mama e dorme novamente até às 7hs isso desde que completou 50 dias de vida, um fofo!
Cólicas? Algumas vezes, bem leve, daí ele solta muitos “ventinhos” e a dor passa rss… Nada se acumula e faz caquinha todos os dias. Dorme a noite no berço desde que nasceu e durante o dia dorme na cadeirinha de balanço e nesses últimos dois dias reparei que ao coloca-lo na cadeirinha para tirar uma sonequinha não posso sair de perto até que adormeça, antes isso não era assim, bastava coloca-lo lá e pronto, mas agora precisa ter certeza que estou por perto, um fofo! E quando acorda vou correndo ao seu encontro e quando ouve minha voz já começa a sorrir e soltar gritinhos, isso mesmo, gritinhos! Rss… Eu pego no colo e encho ele de beijinhos.

A chupeta, a mamadeira e o peito

No início eu odiava a ideia de oferecer chupeta mas com o passar do tempo entendi que seria egoísta ao deixar meu filho chorar sem nada para consolar na minha ausência ( fui hospitalizada) antes ele “chupeitava” e recusou todas as chupetas que eu ofereci e quando não tinha mais meu peito para seu consolo não teve saída e pegou uma das chupetas e a eleita foi a MAN, então pensei, se é para usar chupeta então que seja a MAN e foi bem a que ele escolheu. Mamadeira também foi assim, na minha ausência precisava mamar e como ele não tinha nenhuma mamadeira a minha mãe comprou para ele uma  MAM também. Resumindo, ele chupa chupeta, toma leite na mamadeira mas ele gosta mesmo e do peito de preferência cheio de leite. Bom, algumas mães devem estar se perguntando: Porque ela não pediu para dar leite no copinho? Eu até pensei em pedir mas as pessoas que ficaram com meu filho estavam me fazendo um grande favor e achei que seria desagradável da minha parte fazer qualquer exigência. É sempre bom ter bom senso nessas horas.

O banho
Ele adora tomar banho e agora adora mais ainda depois que passei a usar uma bacia, isso mesmo, b a c i a! Rss… Tenho em casa uma linda e charmosa banheira mas o que ele gosta mesmo é da bacia, bom, agora falta ele tomar banho de balde, aliás, vais ser o próximo item que vou comprar. Depois volto aqui para contar.

Os cabelos
Onde? Quais? Rss… Estão caindo todos, meu bebê está ficando carequinha. Sempre digo que é o único, careca, banguela e barrigudo que eu amo!
Delícia da mamãe. Oops! É da família toda 😀
Bom esse foi um resumo de tudo que eu estou me recordando agora nesse momento corrido do dia. Vale a pena lembrar que só estou postando porque meu “pacotinho” está nanando. 
Beijos meninas