Como escolher um bom pediatra

Como escolher um bom pediatra

Como é o pediatra do seu filho? Eu vejo o pediatra do meu filho como sua segunda mãe. Não é fácil encontrar alguém com tamanha afinidade, troquei de pediatra pelo menos 4 vezes. Hoje confio plenamente nas orientações da pediatra do meu filho… Para mim é muito importante um pediatra com boa comunicação e principalmente que saiba ouvir a mãe, olhar nos olhos e conversar de verdade! Você deve estar dizendo: Mas isso não existe! Bom, eu sei que muitas vezes o que encontramos em consultórios são profissionais frios e capazes de criticar impiedosamente a conduta da mãe, sem levar em consideração que uma mãe quando erra é tentando acertar e quando chegar em um consultório pediátrico com seu filho a última coisa que ela precisa é ser criticada.
Como você vê isso?

É difícil dizer qual é o melhor médico para as crianças. Um pediatra bom para meu filho, não garante que ele será  igualmente bom para o seu filho. No entanto, existem alguns critérios que eu acho que pode ser importante na escolha de um pediatra para os nossos filhos. Como escolher um bom pediatra:

  • É aconselhável procurar sugestões e recomendações de pediatras com boas referências antes.
  • Procure saber algo da sua experiência ou da opinião de outros pais sobre ele ou ela.
  •  Na primeira consulta com o pediatra do seu filho, é importante observar como ele se comporta com seu bebê. Um bom pediatra deve ser amoroso, gentil, carinhoso e ouvinte.
  • Observe se o pediatra é limpo e higiênico. Lavou as mãos antes de atender sua criança? 😉
Como escolher um bom pediatra

imagem: shutterstock

A empatia é importante. Um bom médico não deve estar com pressa, ele deve ser capaz de expressar de forma clara e em linguagem simples, acessível para melhor compreensão dos pais.

Um bom pediatra é também aquele com a capacidade de diagnosticar doenças em primeiro lugar, para transmitir confiança e segurança aos pais assegurando que podem identificar os sintomas de seu pequeno paciente. Devem também ser atentos aos comentários dos pais e monitorar a carteira de vacinas.

Logo na primeira consulta de pediatria com seu bebê é muito importante conhecer os seus horários de atendimento se você pode entrar em contato com ele ou ela por telefone em caso de necessidade urgente, etc. Fuja daqueles que não fornecerem o telefone!

Agora, se você não gosta do pediatra do seu filho, é melhor substituí-lo imediatamente. Lembre-se que o pediatra da sua criança vai fazer parte da sua vida por um longo período de tempo… Os primeiros 6 meses deve ter uma consulta mensal; de 7-12 meses: bimestral; de 12 meses a 2 anos: quadrimestral; entre 2 e 5 anos: seis meses, e depois de 5 anos anual.

Mas lembre-se, acima de tudo, um bom Pediatra deve transmitir confiança! Às vezes, o instinto de mãe é a melhor recomendação …

Beijos e até amanhã!