Como nasce o amor?

Uns dizem que é a primeira vista. Outros que é derivado da paixão. Tem os que acreditam que reconhecerão sua alma gêmea. Para tantos é decorrente de uma forte amizade, afinidades. Seja qual for a maneira que você acredita, as sensações se assemelham, os sentimentos se misturam, e a sementinha é plantada.

Aquela vontade de querer estar, querer falar, torna-se insuportável. Olhar o amigo com os mesmos olhos é impossível. O fato de não saber nada da pessoa torna-se insignificante. Quando você abre os olhos, já vê tudo de forma diferente, o desejo mudou, os pensamentos perdem-se, quando você sente mais vontade de alguém do que de você mesma, quando começa a pensar nas palavras que serão ditas, nos atos que serão feitos, quando procura o olhar do outro… Quando sente saudade, mesmo que faça apenas minutos que não encontrem, que não se falem.

Se a felicidade dessa pessoa torna-se sua felicidade, e as tristezas dela te fazem sofrer. Se quando estão separados, o tempo parece brincar com você e arrastar-se, mas se estão juntos ele simplesmente parece ignorar a sua felicidade e voa. Quando acontece algo de bom com você é nesse “seu alguém” que você pensa para compartilhar os pensamentos. Se uma simples palavra te remete a um estado de êxtase… E quando se beijam, seu mundo parece parar. Ou então, você vive sonhando com o beijo, com o gosto com o toque…

Aquela música não parece mais uma simples música, mas sim um instrumento que te faça pensar por horas, cantar aos quatro ventos, gritar… Mas talvez ela possa também te fazer chorar, sentir a ausência, querer o que ainda não ocorreu.

Você procura compreendê-lo, conhecê-lo, e chega ao ponto que apenas a maneira de falar, de olhar por si só já basta. Conhece os silêncios, as risadas, compartilha sensações. Você fica mais sentimental, um filme romântico te leva às lágrimas. Comer algo, te remete a um gosto já conhecido pela sua boca. O toque do telefone te arrepia, te causa calor, você tropeça nas palavras e sente-se infinitamente infantil…

Já se viu em alguma dessas situações? Estão, você, independente de onde ele nasce, de como você foi contaminada, a semente está lá plantada, dentro de você. Você ama! Esse sentimento tomou conta de todo seu corpo e principalmente de sua alma…

Se essa semente se tornará uma grande árvore? Isso é outro assunto, para um outro momento. Agora, simplesmente feche os olhos e permita-se amar.

Feliz dia dos namorados ou namoridos pra vocês, que assim como eu, amam e são amados…